20051207

C:\>Beware of the Dark Side_

No seguimento do que já tinha prometido aqui vai um post sobre um blockbuster, neste caso o maior de 2005 (acho eu), Star Wars Episode III: The Revenge of the Sith. A temática já tinha sido aqui abordada, focando uns vídeos de casting extremamente raros, agora vamos falar um pouco do filme e já agora da saga. Este é claramente o melhor dos novos, mas continua a não ter a mística dos velhinhos. Há um exercício interessante que pode ser feito, vejam o episódio III e depois o IV, fica a sensação que há ali qualquer coisa que não bate certo, sabemos que é a mesma história, mas parece mal encaixada. É óbvio que o principal está lá e é coerente, mas a abordagem é outra. Assim de repente lembro-me de algumas coisas:

- os sith são uma invenção nova da qual não se houve falar nos episódios IV, V e IV;
- nos episódios IV, V e VI a força é vista como uma religião, em que alguns acreditam e outros não, nos primeiros é um dado adquirido;
- no episódio IV o Darth Vader é tratado pelo comandante da nave como sendo um gajo qualquer, sem qualquer cerimónia;
- o tio (acho que é tio) do Luke fala do pai dele como se conhecessem muito bem quando nos episódios anteriores não há nada que indicie isto;
- deve haver mais, mas eu é que não me lembro de mais nada.

Eu gosto mais da primeira abordagem de Lucas. No que respeita aos filmes um por um parece-me que os últimos episódios (que na realidade foram os primeiros) da saga se encontram mais equilibrados em termos de narrativa, a história desenrola-se de forma mais fluída e agradável, nos primeiros (que na realidade são os últimos) nem tanto. O meu preferido é o Império Contra-Ataca, é o mais negro e acho que é por isso que é o que gosto mais. Tenho quase a certeza que foi dos primeiros filmes que vi que não acaba bem, e isso, por vezes, é simplesmente refrescante.

Entretanto, aconselho a verem este momento fabuloso, onde se retrata o fanatismo pela saga e a coragem de um inimigo.

4 Comments:

Blogger chica SHARE

Concordo com quase tudo o que foi dito, mas de uma maneira ainda mais radical. Para mim, fan incondicional da trilogia inicial (Episódios IV, V, VI) do Star Wars, pareceu-me que as prequelas devem muito à qualidade dos guiões, as histórias são fracas e os filmes muito baseados em efeitos especiais e com muita falta de conteúdo. Na minha modesta opinião, teria vivido bastante bem sem eles :), e ter-se-ia mantido a mística da primeira trilogia que de certa maneira foi perdida com os últimos 3 filmes.
Mas fazendo uma análise dos 3 primeiros, sem dúvida que o " the empire strikes back" é o melhor!!!! Nisso concordo plenamente!!!

12/08/2005 03:07:00 da manhã  
Blogger Gonçalo SHARE

Obrigado chica. Pelo comentário e pelo resto :P

12/08/2005 08:59:00 da tarde  
Blogger nuno SHARE

eu penso que as histórias n podem ser tão fracas assim. são escritas autor desta saga, logo ele mais do q ninguém saberá como quer a saga. outra coisa são os gostos. aí já podemos ter opiniões mais pessoais... claro q tb prefiro a trilogia anterior (posterior), mas da recente (anterior) apenas n gostei do episódio I. um dos problemas q se tende a colocar é o dos efeitos especiais, mas pensem como seriam os efeitos do star wars nos anos 70! agora já passaram mais de 30 anos, a tecnologia é outra, e talvez seja proporcional... nós é q gostamos de ser nostálgicos;)

12/09/2005 05:10:00 da manhã  
Blogger Tiago SHARE

Sem dúvida que o III é o melhorzinho destes últimos episódios, no entanto, sinto que há acontecimentos um bocado precipitados no filme... que não batem muito bem, mas pronto.

Quanto à transicção destes episódios para os mais antigos, sim é verdade que há muita coisa que não bate certo, mas existe muita coisa que foi mantida fiel ao enredo que nos era transmitido nos filmes mais antigos (transmitidas pelo yoda e pelo Obi-Wan).

A transicção do II para o III (inicio e fim da guerra dos clones), com a aparição de uma personagem que eu achei muito bem conseguida, o General Grievous, poderia ter sido feita, sem ser em série de animação, mas pronto (era fruta e lutas a mais). Deixamos de saber a relação entre as personagens até porque eles já se conheciam e dizem-no no filme.

Quanto ao fim do III, achei um bocado forçado. Aceita-se que o Yoda desista? Não percebo muito bem pq é q decidem esperar que a criança cresça :S

E fica apenas o registo, :$, devo ser dos poucos. Gostei muito do Empire Strikes Back, mas talvez por os ter visto pela 1ª vez muito novo, o que sempre achei mais piada foi o Return of the Jedi...

12/09/2005 07:48:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home